Como criar uma máquina de renda extra, mesmo que você nunca tenha ouvido falar nisso

Mesmo que você esteja quebrado, e nem mesmo souber por onde começar. Criar um mecanismo de renda extra é a uma ideia instigante que surgiu a pouco tempo, não é mesmo?

A ideia de começar um negócio digital, vender um produto de valor e criar ferramentas que gerem dezenas, senão centenas, de milhares de reais e ainda no piloto automático, até quando você estiver dormindo, maravilhoso não é?

Parece até uma doce ilusão, né?

Mas do que se trata isso? Como funciona? Será que é mesmo verdade e se é, como eu posso ganhar dinheiro nesta mina de ouro? Neste post, vamos examinar os aspectos mais importantes sobre a geração de uma renda passiva ou renda extra, desde como funciona até o que você pode fazer hoje mesmo para começar neste mercado de renda passiva, ainda que você trabalhe o dia todo.

Mas o que é renda passiva ou renda extra?

Podemos definir como:

“Rendimentos provenientes de aluguel, sociedades em empresas ou outras fontes de renda, onde você não participe ativamente, podem incluir salário, juros ou rendimentos de aplicações financeiras."

O X dessa questão é:

"... a pessoa que recebe não participa ativamente do processo que gera a receita."

Resumindo: é uma maneira de ganhar dinheiro enquanto você dorme! E isso NÃO é ironia, Ok?

Então você se pergunta: Será que eu realmente devo criar uma renda passiva ou renda extra?

Bem, riqueza pode ter muitos significados. É uma coisa muito pessoal.

Para algumas pessoas, riqueza quer dizer: capacidade de comprar bens de consumo quando, como e onde você quiser. Já para outros, riqueza é um estado de espírito - acreditam que não se pode ter dinheiro e ser feliz ao mesmo tempo. Mas para nossos propósitos aqui, riqueza é definida pela capacidade de se libertar das dificuldades financeiras e, finalmente encontrar a liberdade de poder fazer o que quisermos, quando quisermos.

Para nós, liberdade é a coisa mais importante.

O conceito de que precisamos trocar nosso tempo de vida por um pequeno valor em dinheiro é simplesmente aterrorizante e completamente fora de moda... Você conhece a etimologia do salário e o que essa palavra significa? O salário nem sequer tem raízes relacionadas ao dinheiro. De fato, o significado de salário é:

“... originalmente indicando a permissão que um soldado romano recebia para comprar sal.”

Olha, nós não nos conhecemos, mas posso apostar que você não quer um vale para comprar sal - você quer liberdade.

Uma renda passiva oferece a oportunidade para você deixar para trás o modelo totalmente arcaico de vender seu tempo de vida e esforço por dinheiro. Permite ganhar o mesmo dinheiro ou até mais sem o mesmo esforço e fora dos limites da restrição de tempo e espaço físico.

Mas e aí, como gerar renda passiva, mesmo que você não tenha a mínima noção de como começar?

Existem muitas formas de gerar renda extra. Abaixo, vou descrever algumas das mais conhecidas. Só que os meios mais conhecidos de renda passiva geralmente exigem investimento de capital inicial para começar. Mais adiante, vamos especificar com maiores detalhes a única maneira de gerar renda passiva que pode oferecer uma recompensa financeira mais sustentável a longo prazo.


1- Investimento no mercado financeiro

Investir em ações é provavelmente a maneira mais antiga e conhecida para gerar renda passiva. Você compra uma parte de uma empresa e pode ganhar com a valorização das ações e dividendos. No entanto, esse tipo de investimento pode trazer alguns riscos. Primeiro, não há como garantir que uma empresa realmente se valorizará. Segundo, nós começamos esta conversa mencionando o termo 'quebrado'. E como sabemos, você precisa dispor de algum dinheiro para entrar no mundo dos investidores.


2- O setor imobiliário

Fundos imobiliários, os FIIs, podem gerar renda passiva e criar riqueza ao longo do tempo. Além deles temos também os imóveis 'físicos', que são considerados o “investimento mais seguro”, desde sempre. Especialmente para gerar renda passiva, estamos falando da compra de imóveis que são alugados, de onde obtém-se um certo lucro provenientes do aluguel dos mesmos. Muito parecido com o investimento em ações, isso requer capital de entrada, geralmente uma quantidade enorme, a menos é claro que você seja um maldito sortudo que recebeu uma herança gorda. Mas se você, assim como eu, não está nesse grupo, continue lendo...


3- Criar um negócio digital

Negócios digitais são de longe a melhor maneira de gerar renda passiva ou a tão sonhada renda extra.

Por quê? Porque em um negócio digital, você pode criar produtos digitais, ofertá-los a um determinado nicho de mercado e vendê-los 'ad infinitum'.

É o produto perfeito. Imagine um produto que pode ser vendido para um comprador ou para milhares deles, sem que você precise fabricá-lo novamente... Imaginou? Este é o melhor dos mundos. Essa é uma das partes mais emocionantes dessa terceira revolução industrial pela qual o mundo está passando AGORA.

Você conhece o setor de eLearning?

“O eLearning está despontando como um dos maiores mercados mundiais, usando tecnologias digitais para disseminar uma base de conhecimento gigantesca, fora de uma sala de aula tradicional. Na maioria dos casos, refere-se a um curso, programa ou diploma entregue completamente on-line.”

Em outras palavras, é o ato de usar seu conhecimento em um setor ou nicho específico, criar uma grade de aprendizado e vendê-la para um nicho de mercado que está justamente em busca desse conhecimento e está disposto a pagar por ele.

Além disso, um estudo realizado pela Reuters aponta:

O mercado global de E-Learning deve crescer de $176,12 bilhões em 2017 para algo em torno de $398,15 bilhões em 2026. E os principais fatores que estão impulsionando o crescimento desse mercado são:

a- Flexibilidade na aprendizagem;
b- Baixo custo;
c- Fácil acessibilidade;
d- Maior aproveitamento na aprendizagem;
e- Aumento no número de usuários com acesso a Internet;
f- Crescente acesso à banda larga combinada com smartphones cada vez mais potentes.

Essa indústria dobrará de tamanho nos próximos 10 anos!

Alguns de vocês podem estar se perguntando agora: "Mas não é tarde de mais para pegar essa onda?"

A melhor resposta para essa pergunta é: "Claro que não".

Eu não vou me aprofundar nessa ideia neste artigo, mas basicamente, tudo o que você realmente precisa é ter 500 seguidores engajados.

A ideia é muito simples - para sustentar um negócio digital minimamente viável, tudo o que você vai precisar é de 500 seguidores fiéis, ou compradores que vão adquirir seus produtos ou serviços repetidamente, e que tem a capacidade ajudar você a gerar uns R$ 50,00 ou R$ 100,00 cada um, resultando em mais ou menos uns 5.000,00.

Agora, para muitos de vocês que estão lendo isso, pode parecer totalmente ilusório isso. Você pode estar pensando que isso é uma meta inatingível, ou talvez você realmente não acredite que possa fidelizar tanta gente.

Vamos dar uma olhada no tamanho do mercado, o número de pessoas que fazem compras na internet apenas no Brasil.

O PayPal divulgou a quarta edição da pesquisa Perfil do Consumidor Online, feita em parceria com o Ipsos. No período analisado, entre março de 2017 e março de 2018, foram apurados os hábitos de consumo no mercado brasileiro. A Ipsos estima que o número total de compras online aumentou 21% no Brasil entre 2016 e 2017: saltou de R$ 137,4 bilhões para R$ 166,2 bilhões. Pensando no perfil do consumidor brasileiro, alguns dados desvendados são interessantes: nos últimos 12 meses, 76%, aproximadamente 100 milhões de brasileiros compraram online. ¹

Em outras palavras, você só precisará capturar 500 pessoas dos quase 100 milhões que fazem compras on-line no Brasil.

Veja dessa maneira: você precisa de apenas 500 clientes de todo o mercado de 100 milhões de compradores online para gerar uma receita anual de R$ 50.000,00 com este modelo! Estamos levando em conta o quão realistas nossos esforços podem ser para capturar uma base de clientes que possa nos impulsionar para entrar de sola no mundo do empreendedorismo digital, vamos dar uma olhada em como colocar isso no piloto automático, gerando a tão sonhada renda passiva.


4- Gerando renda passiva (passo a passo)
 
Ainda usando o modelo de 500 seguidores fiéis para criar nosso negócio digital, passaremos por um processo passo a passo de como podemos vender nossos produtos e serviços no piloto automático.


Etapa 1: crie uma ideia que ajude a resolver UM problema

"Eu nunca fracassei. Só me deparei com 10.000 maneiras que não funcionaram. ” - Thomas Edison

Ou.. roube uma ideia de alguém e melhore ela! Antes de mais nada, não estou fazendo campanha em favor do plágio, da cópia descarada. Um excelente exemplo de pegar uma ideia que já existe melhorá-la é o famigerado Facebook. O Facebook foi o primeiro site de redes sociais que popularizou o egocentrismo no mundo? Absolutamente que não! Quem não lembra do Orkut?

O que o Mark Zuckerberger fez foi pegar uma ideia que já existia e torná-la melhor. E hoje o Facebook é uma das empresas mais valiosas da terra. Entretanto, vamos moderar nossas expectativas aqui. Não queremos criar próximo Facebook, mas claro, se a oportunidade aparecer a gente manda ver. O que queremos é apenas construir uma empresa que possa nos garantir tranquilidade financeira e por consequência, liberdade, o que vier depois disso é lucro.

Então, que tipos de problemas as pessoas tem e que VOCÊ pode ajudar a resolver?

Você é especialista em saúde, tem conhecimento sobre condicionamento físico? Show!
Você pode criar uma rotina de treinamento, um plano de dieta saudável.

Você é especialista em auto aperfeiçoamento? Ótimo!
Você pode criar um curso de auto aperfeiçoamento com muitas etapas que o aluno pode seguir, além de ebooks que ajudem a melhorar a vida de alguém.

Você é especialista em design de interiores? Perfeito!
Que tal criar um catálogo de ferramentas, móveis e ideias de design que possam ser implementadas na decoração da casa das pessoas.

De fato existem muitas grandes ideias que podem ser viabilizadas. A parte mais importante a considerar é apresentar uma ideia que ajude um grupo de pessoas, um nicho de mercado, a resolver um problema bem específico.


Etapa 2: crie um site ou blog que funcione como seu ponto de contato digital, onde você vai promover seus produtos ou serviços

Vou ser rápido aqui.

Ter um blog, não é mais uma modinha de gente descolada, é uma indústria poderosa. Se você não está acreditando no que estou dizendo, dá só uma olhada nas evidências que provam o quanto os blogs se tornaram importantes veículos de informação nos últimos anos. Quando você publica suas ideias num blog, você está basicamente exercendo sua influência na rede mundial de computadores, e isso´não pouca coisa. Então use esse canal para ter um local onde lançar seus produtos.


Etapa 3: use um serviço de disparo de emails para alimentar sua lista de emails e vender passivamente seus produtos

Apesar de existir a quase 30 anos, mesmo com o surgimento de novas tecnologias e a disruptura das redes sociais, o email ainda é uma ferramenta importantíssima.

E por quê?

Simplesmente porque com ela você tem uma conexão direta com os clientes para quem deseja vender.

Com muitas ferramentas de rede social como Instagram, Facebook e Twitter, você pode se comunicar com seu público, mas está sujeito a ter seu conteúdo deletado a qualquer momento e sem aviso prévio. Além de não ter a mínima garantia de que a mensagem que está tentando transmitir realmente chegue ao seu público.

Com o e-mail, você tem acesso direto a todos os seus possíveis compradores, um monte de gente que mora bem ali, na sua lista de e-mails. Você pode enviar mensagens promovendo produtos ou serviços para quem quiser e quando quiser. Você já se estressou com todos aqueles e-mails promocionais que chegam diariamente? Sei bem como é, recebo dezenas de mensagens todos os dias. Mas pense por um momento. Se eles são tão irritantes, por que será que as empresas ainda continuam enviando?

Porque eles FUNCIONAM!

Para gerar renda passiva, quando você começar a criar seu negócio digital e impulsioná-lo com conteúdo, é importante que esses leitores se tornem seus assinantes. E você consegue isso fazendo com que seus leitores-seguidores-fãs entrem na sua lista. Existem muitas maneiras de fazer isso e não vou abordar todas as estratégias aqui, mas comece oferecendo um ebook de 10 páginas dando apenas UMA dica de como seu leitor pode alcançar um determinado resultado.

Mas por que um provedor de envio de e-mails é tão importante?

Um provedor de envio é tão importante porque, sem ele, você simplesmente não consegue falar com todos os seus compradores em potencial de uma vez só e sem isso você não consegue gerar renda passiva. Com um provedor, você pode pré-agendar mensagens de e-mail e imediatamente após alguém entrar na sua lista, enviar a eles e-mails diretos, material promocional e campanhas de marketing de usando gatilhos de urgência, e tudo isso no piloto automático.

Por exemplo, imagine este cenário:

Um leitor vê, clica e lê o seu artigo descrevendo como entrar em forma em menos de dois meses. No final do post, você mostra uma call to action dizendo que se ele fornecer seu e-mail, ele receberá um guia GRATUITO de "Como entrar em forma em 30 dias." . A partir daí, ele é alimentado com uma sequência de email de boas-vindas que o apresenta aos seu produto principal. Depois, digamos, de uma semana de e-mails automatizados, enviados pelo provedor, ele é abordado com uma oferta sobre uma serie de vídeos com o curso de "Programação total de treinos de transformação corporal".

Agora, como ele já é um assinante fiel, o preço do curso em vídeo é de R$ 100,00, quando normalmente seria de R$ 400,00 - um bônus de 75% de desconto, mas que vale apenas pelas próximas 48 horas. O assinante de email recém-chegado não pode resistir a esse descontão e compra o seu curso.

Como você pode perceber com nesta simulação que, depois de escrever um bom artigo, você tem uma grande ferramenta para gerar vendas automáticas e passivas.

Está tudo ao seu alcance, mas somente se você usar as estratégias e ferramentas automatizadas certas!

Resumindo

Gerar renda passiva ou renda extra é um dos assuntos mais populares que você vai encontrar na internet hoje em dia. E com razão, é essencialmente a versão do século XXI da revolução industrial. Essa é a oportunidade de se construir um negócio que ofereça valor a um nicho de mercado e venda os produtos ou serviços que você desenvolveu, no piloto automático, dando a você a liberdade para aproveitar a vida com muito mais conforto.

Conhece alguém que não desejaria isso?

Mas como eu já mencionei, existem muitas maneiras de gerar renda passiva:

Dispor de um bom volume de dinheiro para comprar imóveis para viver de aluguel, investir na bolsa e aturar toda aquela incerteza ou um negócio digital totalmente automatizado. O método que abordei aqui funciona através de um negócio digital automatizado. A geração de renda passiva por meio de um negócio digital automatizado é real e possível desde que você tenha as ferramentas automatizadas corretas. Também não é um empreendimento que precise de um público substancial, enorme, para mantê-lo funcionando. Usando o modelo de 500 seguidores reais. Você precisa apenas de uma ínfima parcela do mercado para sustentar uma renda passiva viável.

Depois de conquistar sua participação nesse mercado, construir sua máquina de renda passiva é mamão com açúcar.

Recapitulando

Etapa 1: Crie uma ideia que ajude um grupo de pessoas a resolver um problema

Nem precisa ser uma ideia sua, você pode pegar uma ideia que já existe e que já é bem-sucedida no mercado, adicionar sua inovação e torná-la melhor. O Facebook é o melhor exemplo disso, alguém que pegou uma ideia já existente tornou ainda melhor.

Etapa 2: Crie um ponto de contato digital para ter um lugar onde lançar seus produtos ou serviços

Se você vai vender um produto ou serviço para um nicho, vai precisar de um local onde mostrar isso. Crie seu próprio blog ou site. Blogar era uma atividade vista como amadora há quase uma década. Mas agora é uma mina de ouro tão atrativa a ponto de ter gente entrando no nisso todos os dias. Quando você possui um domínio e um site, você tem um local para armazenar e vender seus produtos. E você precisa disso para construir uma máquina de renda passiva bem-sucedida.

Etapa 3: Use um disparador de emails para vender seus produtos no piloto automático

Um provedor de serviços de e-mail é a ferramenta mais importante que você usará para colocar suas estratégias de venda no piloto automático. Com o e-mail, você tem um meio de contato direto com seu público-alvo para lançar e vender novos produtos à medida que os cria. Você pode fazer com que alguém entre na sua lista de e-mails e deflagre as sequências automatizadas que fornecerão valor e venderão seus produtos ou serviços.

Criar renda passiva não deve ser apenas uma ideia que você viu enquanto navegava na internet, deve ser uma realidade que você encaixa na sua vida. Mas é claro, vai dar trabalho e levar algum tempo, mas quando você tiver todas as peças no lugar, você usará esse tempo para voltar ao que estava procurando esse tempo todo... sua liberdade.


¹- forbes.com.br
   https://forbes.com.br/colunas/2018/09/compras-online-somaram-r-1662-bi-no-brasil/

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo