Google+

Turbine o seu SEO com estas 3 técnicas indispensáveis

Turbine seu SEO.

Palavras-chave, linkbuilding, otimização on-page estas são as três técnicas de SEO mais focadas pela maioria dos profissionais da área.

Porém existem outras três técnicas que embora não sejam tão comentadas nunca deveriam ser postas de lado, isso acontece porque de fato é possível alcançar um bom nível de rankeamento sem a aplicação delas.

Mas apesar disso as três técnicas listadas a seguir tem o grande potencial de levar o seu SEO ao próximo nível. Além do básico, pesquisa de palavras-chave e a otimização on-page elas vão ajudar você a atrair tráfego altamente qualificado e com grande potencial de conversão.

Com este trabalho você conseguirá resultados melhores com menos esforço e em um período de tempo significativamente menor. 

1- Produza conteúdo focado na intenção do usuário

Marketing de conteúdo e SEO, quando bem feitos, produzem grande resultados. O problema é que infelizmente, as vezes uma estratégia de SEO pode sabotar um bom trabalho de marketing de conteúdo. Para garantir que esse desastre não ocorra concentre-se em produzir informação que vá diretamente de encontro a intenção dos usuários. Enquanto você pode ter determinadas palavras-chave em sua lista, entenda que as pessoas que estão procurando por tais termos ou frases podem ter intenções totalmente diversas daquelas que você está presumindo.

Como as pessoas fazem suas buscas no Google?

Temos basicamente três tipos principais de pesquisas:

Educativas
São aquelas onde os usuários estão buscando por conteúdo que os ajudem a resolver pequenos problemas do dia-a-dia, como por exemplo: 'Como criar uma planilha no Excel'.

Comerciais
Quando os consumidores estão pesquisando lojas ou fornecedores onde possam adquirir algum tipo de produto como: 'comprar um celular da marca X'.

Informativas
Onde o usuário está procurando por um site específico, como por exemplo: 'Apple.com'.

Deixar de levar em consideração qualquer um dos três tópicos citados acima pode fazer com que uma boa estratégia de SEO e de marketing de conteúdo seja seriamente comprometida.

Um bom exemplo disso seria tentar obter uma boa classificação para um site de e-commerce - que precisa ser encontrado por compradores - em pesquisas educativas.

RELACIONADO
Será que a sua estratégia de SEO tem vida longa?

Para evitar esse tipo de problema

Identifique claramente quais as palavras-chave em que você está focando e faça uma pesquisa detalhada sobre elas. Uma boa prática seria usá-las numa pesquisa no Google para ver o que o buscador está retornando de forma automática sobre tais termos. O Google é realmente muito bom em dar amostras do que as pessoas estão buscando, na sequência você pode analisar quais as publicações estão sendo mostradas no topo da primeira página de resultados, isso lhe dará uma ideia do que os usuários estão realmente buscando.

2- NetWorking

O fato de muitas das principais tarefas de otimização poderem ser feitas de forma isolada faz com que muita gente fique presa dentro do seu pequeno mundinho de SEO. Mas a verdade é que construir uma rede de relacionamentos online poderá contribuir significativamente para o sucesso de uma estratégia de SEO e marketing de conteúdo.

Criar uma rede de relacionamento
Cultivar uma rede de relacionamentos com outros proprietários de sites é um trabalho árduo. Grandes publicações, na maioria das vezes querem apenas estabelecer contato com pequenas publicações de uma maneira bem restrita até terem certeza de que estes podem produzir conteúdo de qualidade. Ou seja, eles não estão dispostos a abrir suas portas para alguém que talvez só esteja em busca de melhorar sua própria classificação.

O poder dos influenciadores
Informação autêntica e confiança são os dois principais ingredientes indispensáveis na hora de se construir uma reputação on-line. Boas ações que levem sua marca a se destacar na multidão sempre são bem-vindas em meio a gigabytes de informação sendo gerada e despejada todos os dias na rede. Ter um influenciador recomendando ou mencionando sua marca pode ser de grande valia, principalmente se você ainda não tem uma boa credibilidade no segmento onde atua.

As redes sociais
Sabemos que engajamento e compartilhamentos em redes sociais não tem um impacto direto na classificação de buscas do Google, mas a verdade é que os benefícios indiretos dessas ações são inegáveis. O poder de disseminação das redes sociais faz com que seu conteúdo impacte cada vez mais e mais pessoas que no final das contas acabarão linkando seu site a outras publicações o que acaba afetando diretamente sua classificação.

3- A importância da experiência do usuário - UX

Uma boa experiência de usuário significa em essência que eles podem facilmente encontrar e consumir o que procuram em seu site. Há muitos fatores que influenciam na hora de criarmos uma boa experiência de usuário, mas a maioria deles converge para um conceito básico: 'dê à eles o que eles estão buscando'.

Ainda que a experiência do usuário seja um fator secundário nos critérios de rankeamento a verdade é o seu impacto no resultado final de conversão pode ser decisivo. Uma boa UX, elaborada de maneira bem pensada fará com que seus visitantes tenham uma impressão extremamente positiva o que fará com que desejem compartilhar seu conteúdo. O resultado é um aumento na quantidade dos links de entrada o que acabará aumentando o rankeamento nos motores de busca.

Boas práticas de UX, o básico:

- Uma boa estrutura de links internos bem otimizados facilitando a orientação dos usuários e dos robôs de busca através do   conteúdo;

- Vídeos e imagens relevantes;

- Design responsivo;

- Fontes em tamanhos legíveis, sem grandes blocos de texto justificados;

- Estruturação do texto de maneira que possa ser facilmente escaneado;

Os elementos acima irão ajudar seus vistantes a encontrar o que precisam, além de permanecerem por mais tempo em seu site.

É possível conseguir um bom posicionamento sem a utilização das três estratégias que mencionamos aqui? Sim, mas sem dúvida que ao implantá-las seus resultados surgirão em menos tempo e com muito menos trabalho. 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Topo